Statcounter

Libelinhas



"Enquanto houver choro, há vida, há resistência, há esperança. O choro é a última coisa a morrer, e enquanto não morrer tudo é possível."

Libelinhas | Encenação de Pedro Oliveira para O Nariz.
Foto de Ana Marques.